Reflexão bioética sobre o acesso à saúde suplementar no Brasil

  • Bruno Del Sarto Azevedo Universidad de Chile
  • Chrisne Santana Biondo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem e Saúde da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
  • Edite Lago da Silva Sena Programa de Pós-Graduação em Enfermagem e Saúde, Departamento de Saúde, da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
  • Rita Narriman Silva de Oliveira Boery Programa de Pós-Graduação em Enfermagem e Saúde, Departamento de Saúde, da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
  • Sérgio Donha Yarid Programa de Pós-Graduação em Enfermagem e Saúde, Departamento de Saúde, da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Abstract

Trata-se de uma revisão integrativa que objetiva desenvolver uma reflexão bioética a partir do que a literatura científica tem pesquisado sobre o acesso da população brasileira à saúde suplementar. Realizou-se uma busca na Biblioteca Virtual em Saúde, utilizando descritores, dos Descritores em Ciências da Saúde, relacionados à temática estudada, resultando na seleção de sete artigos. Evidenciou-se que o acesso aos serviços da saúde suplementar é conseguido apenas por grupos específicos de pessoas, o que representa um dado sintomático do mal-estar que vive a sociedade brasileira em razão do sucateamento do setor público e da elitização dos serviços particulares. Fato este que conduz à consequente transgressão de princípios bioéticos como igualdade, justiça e equidade. Faz-se mister, então, a incorporação de reflexões bioéticas nas discussões sobre o respeito à autonomia do indivíduo, com total direito de buscar o acesso a planos privados como meio de ver seus problemas de saúde resolvidos, e sobre a responsabilidade do Estado quanto à implementação de um acesso à saúde equitativo e de qualidade aos cidadãos.
Compartir
How to Cite
Del Sarto Azevedo, B., Santana Biondo, C., da Silva Sena, E., Silva de Oliveira Boery, R., & Donha Yarid, S. (2015). Reflexão bioética sobre o acesso à saúde suplementar no Brasil. Acta Bioethica, 21(1). Retrieved from https://revistas.uchile.cl/index.php/AB/article/view/36516/38137
Published
2015-04-17